Home>>Biografia Resumida>>Biografia de Monteiro Lobato resumida
Biografia Resumida

Biografia de Monteiro Lobato resumida

Resumo da biografia de Monteiro Lobato: Foi um dos maiores editores de livros e considerado um grande autor de importantes traduções. Lobato, ele também é muito conhecido no meio infantil, dedicou um estilo de escrita simples, sobre fábulas e, criou vários personagens famosos. Se deseja saber mais, abaixo, você confere tudo sobre Monteiro Lobato.

Curiosidades sobre Monteiro Lobato

Quem foi Monteiro Lobato: Foi um escritor e editor brasileiro. Um dos primeiros autores de literatura infantil do país e também da América Latina.

Nome completo de Monteiro Lobato: Seu verdadeiro nome de batismo é –  José Bento Renato Monteiro Lobato, mas é conhecido popularmente como Monteiro Lobato. A cidade de Monteiro Lobato é – terra natal (Taubaté-SP).

Monteiro Lobato – Local de nascimento: Nasceu em Taubaté, no interior de São Paulo.

Monteiro Lobato – Data de nascimento: 18 de abril de 1882.

Nome dos pais de Monteiro Lobato: O nome da mãe de Monteiro Lobato era – Olímpia Augusta Lobato. Já o nome do pai de Monteiro Lobato, era – José Bento Marcondes Lobato. Porém, o nome do avô de Monteiro Lobato, paterno, era – Visconde de Tremembé.

Nome da esposa de Monteiro Lobato: Maria Pureza da Natividade, casou se com ela em 28 de março de 1908.

Nome dos filhos de Monteiro Lobato:

Quantos filhos teve Monteiro Lobato? Ele teve 4 filhos, dois homens e duas mulheres, sendo eles – Edgar, nascido em 1910, e Guilherme, nascido em 1912. Já as filhas mulheres, Marta, nasceu em 1909, e Rute, no ano de 1916.

Qual a profissão de Monteiro Lobato: Escritor, editor, ativista, diretor, advogado e produtor.

Principais obras de Monteiro Lobato:  Sua obra de maior destaque foi o “Sítio do Pica-pau Amarelo”.

Monteiro Lobato – Colégio: Ele estudou no Colégio São João Evangelista.

Monteiro Lobato – Faculdade: Ingressou na Faculdade do Largo de São Francisco, para cursar direito.

Primeira obra de Monteiro Lobato: O primeiro livro lançado por Lobato, foi – (A menina do narizinho arrebitado).

Fábulas de Monteiro Lobato: A Menina do Nariz Arrebitado; O Saci, Fábulas do Marquês de Rabicó; Aventuras do Príncipe; Noivado de Narizinho; O Pó de Pirlimpimpim; Emília no País da Gramática; Memórias da Emília; O Poço do Visconde, e A Chave do Tamanho.

Monteiro Lobato – Livros: Dedicado as criançadas, os livros de Monteiro Lobato são – A menina do narizinho arrebitado; Fábulas de Narizinho; Narizinho arrebitado (incluído em Reinações de Narizinho); O marquês de Rabicó (incluído em Reinações de Narizinho); A caçada da onça; Jeca Tatuzinho; O noivado de Narizinho (incluído em Reinações de Narizinho, com o nome de O casamento de Narizinho); Aventuras do príncipe (incluído em Reinações de Narizinho); O Gato Félix (incluído em Reinações de Narizinho); A cara de coruja (incluído em Reinações de Narizinho); O irmão de Pinóquio (incluído em Reinações de Narizinho); O circo de escavalinho (incluído em “Reinações de Narizinho, com o nome O circo de cavalinhos); A pena de papagaio (incluído em Reinações de Narizinho); O pó de pirlimpimpim (incluído em Reinações de Narizinho); Novas reinações de Narizinho.

Os livros de Monteiro Lobato para adultos, são esses: Ideias de Jeca Tatu; Negrinha; A onda verde; O macaco que se fez homem; Mundo da lua; Contos escolhidos; O garimpeiro do Rio das Garças; O Presidente Negro/O choque das Raças; Mr. Slang e o Brasil; Ferro; América; antevéspera; Contos leves; O escândalo do petróleo; Contos pesados; O espanto das gentes; Urupês, outros contos e coisas; A barca de Gleyre; Zé Brasil; Urupês; Problema vital; Cidades mortas; Prefácios e entrevistas; Literatura do minarete; Conferências, artigos e crônicas; Cartas escolhidas; Críticas e outras notas; Cartas de amor.

Homenagens de Monteiro Lobato: No nordeste de São Paulo, há o município chamado – Monteiro Lobato. Já na cidade de Taubaté,  há o “Museu Monteiro Lobato”. Há também mais outra homenagem, na capital apaulista, tem a famosa “Biblioteca Municipal Monteiro Lobato”. No Brasil, há muitas escolas com o nome de Monteiro Lobato.

Frases de Monteiro Lobato

Monteiro Lobato – “Quem mal lê, mal ouve, mal fala, mal vê”.

Monteiro Lobato – “Um país se faz com homens e livros”.

Monteiro Lobato – “Seja você mesmo, porque ou somos nós mesmos, ou não somos coisa nenhuma”.

Monteiro Lobato – “A natureza só permite aos gênios uma filha: sua obra”.

Monteiro Lobato – “Erro pensar que é a ciência que mata uma religião. Só pode com ela outra religião”.

Monteiro Lobato – “Nada de imitar seja lá quem for (…) Temos de ser nós mesmos (…) Ser núcleo de cometa, não cauda. Puxar fila, não seguir”.

História de vida de Monteiro Lobato

Monteiro Lobato – Biografia resumida
Nome: José Bento Renato Monteiro Lobato.
Data de nascimento – 18/04/1882.
Cidade natal – Taubaté (SP).
Morte: 04/07/1948  – aos 66 anos.

Durante a sua infância, Monteiro Lobato foi criado em sítio. Sendo alfabetizado por sua mãe, a qual presentou dando os primeiros ensinamentos. Logo após, teve os ensinos de um professor particular. Com os 7 anos de idade, passou a estudar em um colégio. Sua história não para por aqui, curioso e disposto a se desenvolver nos conhecimentos, ainda na infância, descobrira os livros de seu avô, que na época, era dono de uma grande biblioteca, que tinha em sua casa. Contudo, Lobato leu tudo o que havia para crianças e, já nos primeiros anos de estudante, ele já escrevia alguns contos para os pequenos jornais das escolas, a qual ele estudou. Em 1896, tendo seus 11 anos de idade, foi transferido para o Colégio São João Evangelista.

No ano de 1904, Lobato diplomou-se bacharel em Direito e regressou a Taubaté.Ele também fez planos para o ano seguinte, de fundar uma fábrica de geleias, em sociedade com um amigo. Porém, em 1910 associou-se a um negócio de estradas de ferro. O jornal “O Estado de S.
Paulo”, na data de 12,09,1912, na sua edição vespertina – “O Estadinho”, publicou o seu artigo Velha Praga.

Por diante, a “Revista do Brasil” foi comprada por Monteiro Lobato, em 1918, e ele passou a abrir oportunidades para novos talentos, ao lado de várias personalidades populares do País. Contudo, Lobato fundou a editora (Monteiro Lobato & Cia), depois chamada – “Companhia Editora Nacional”.

Ainda assim, com seu grande talento, ele fez a tradução de muitos livros e editou importântissimas obras.

Monteiro Lobato implantou a “Companhia Petróleos do Brasil”, graças à grande facilidade com que foram subscritas suas ações. Logo após, ele fundou também várias empresas para fazer perfuração de petróleo, como a “Companhia Petróleo Nacional”, a “Companhia Petrolífera Brasileira” e a “Companhia de Petróleo Cruzeiro do Sul”. Em junho de 1938, foi fundada a maior de todas, a “Companhia Mato-grossense de Petróleo”.

Características de Monteiro Lobato: Uma de suas principais características, era fazer não só aquilo que ele gostava, mas também o que as pessoas gostavam. Um homem idealista, criativo, considerado um grande gênio, de maior nome por ter criado diversas obras importantes em nosso País.

Morte dos pais de Monteiro Lobato: vítima de congestão pulmonar, em 13 de junho de 1898, morre José Bento Marcondes Lobato, o pai de Monteiro Lobato. Em 22 de junho de 189, Lobato perde a sua mãe, ela morreu vítima de uma depressão profunda.

Quando Monteiro Lobato morreu: Seu falecimento ocorreu em 4 de julho de 1948.  A causa da morte de Monteiro Lobato, ele sofreu um segundo espasmo cerebral e faleceu às 4 horas da madrugada.

Com quantos anos Monteiro Lobato morreu:  Ele viveu até os 66 anos. A onde Monteiro Lobato faleceu – São Paulo, SP.

Morte dos filhos de Monteiro Lobato: O filho de Lobato, Edgar, morreu em fevereiro de 1942, exatamente três anos depois do falecimento de Guilherme, seu irmão.

Personagens marcantes de Monteiro Lobato

Dona Benta, seus netos – Narizinho e Pedrinho e a empregada Tia Nastácia. Emília, a boneca falante, e o boneco de sabugo de milho Visconde de Sabugosa. A vaca Mocha, o burro Conselheiro, o porco Rabicó, rinoceronte Quindim, Cuca – a vilã, e o Saci Pererê, entre muitos outros personagens. A série –  “Sítio do Picapau Amarelo”, passavam a maioria das histórias dos livros infantis de Monteiro Lobato.

Monteiro Lobato foi uma das maiores personalidades que ganhou destaque No País, um grande gênio (escritor e editor) de maior importância para o Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *